quinta-feira, 17 de maio de 2018

Conto eterno

(Pedro Marra)

(Foto: João Stangherlin)

O carnal,

que não é banal,

faz do meu toque,

essencial,

na sua pele.


Meu olhar,

teatral,

não te deixa no cerne,

da minha vida.


Apenas te quero,

como personagem principal.


Que tal?!


Produção: 9 de maio de 2018.

terça-feira, 8 de maio de 2018

Movimento

(Pedro Paulo Marra)

(Foto: João Stangherlin)

Vindo de baixo,

as formigas do Estado,

criam um movimento de luta.

Puro estado de labuta.


Produção: 28 de março de 2018.

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Smack saboroso

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação/Flickr)

- Quer um beijo e um queijo?

- Não.

- Só quero o seu beijo.

-  Por quê?

- Porque é mais gostoso.


Produção: 13 de abril de 2018.

terça-feira, 17 de abril de 2018

Como amar? (parte 2)

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação)

Amor, eu te amo.

Amor, eu te amo.

E é muito bom poder sentir isso,

com o olhar longe de ser omisso.


Meus olhos caem aos prantos,

não porque eu curto sua "vibe",

gosto de você ou...

ficamos direto.

Mas porque toda vez que nos olhamos,

só sinto a pilha de dizer a melhor das gírias.

"Eu te amo".

Produção: 1º de abril de 2018.

domingo, 15 de abril de 2018

Como amar? (parte 1)

(Pedro Marra)

(Foto: divulgação)

Amor, eu te amo.

Amor, eu te amo.

É muito bom poder dizer isso.

Porque eu te amo,

não só lá dentro,

como também lá fora,

na sua forma de andar,

de colher meus sorrisos,

pra nunca ir embora.


Amor, eu te amo.

Desde o seu gosto pelas cores,

que me cativam,

à sensualidade dos seus sapatos,

que me instigam.


O seu rosto molhado após o banho,

é a resposta para o meu calor.


Momentos assim,

olho para dentro de você.

Sim!

Consigo olhar dentro de você.

Sabe por quê?

Porque eu sei dizer,

e sentir,

o tal do...

"Eu te amo".


Produção: 1º de abril de 2018.


terça-feira, 10 de abril de 2018

Panorama

(Paulo Marra e Pedro Marra)

(Foto: divulgação/Tumblr)

Dela eu te vejo,

mas ouço também sussurros,

com lamúrias profundas.

Desta sacada,

por onde passa o mundo.


O barulho urbano,

pela pista molhada,

faz da minha sacada,

de aroma florido,

uma eterna morada.


Produção: 12 de março de 2018.

sexta-feira, 30 de março de 2018

Em outras palavras

(Pedro Paulo Marra)

(Foto: divulgação)

Parece sacanagem,

 mas até na pura "putiagem",

minha cama pulsa por você,

fazendo do amor uma palavra sublime de se dizer.


Em outras palavras,

isso nos aproxima,

faz do beijo uma sina.


E o amasso que eu deixo na sua mente,

é quente,

é presente,

está vivo no perfume da sua pele.


Amor.

Isso virou uma febre,

que não quero me curar.


Me deixe em coma,

todo dia na cama,

dizendo que me ama.


E depois de três horas da nossa sinfonia,

eu tinha o que eu mais queria,

cada pedaço da sua mente safada.


Em outras palavras,

essa foi a melhor gozada.

Produção: 22 de março de 2018.